You need to be registered to interact with the community.
This question has been flagged
7 Replies
443 Views


Adicione aqui sua resposta, com uma pequena história que mostre o que te fez muita falta e porque isso foi assim naquele momento de vida que você estava passando.

Iremos presentar as duas respostas que forem mais curtidas até o dia 26/09/2023 com um vale compras no valor de R$40 na plataforma Smash, que poderá ser trocado por produtos de diversas empresas, conforme imagem abaixo



Coloque a sua resposta e convide os amigos, família, colegas de trabalho a dar um like na sua resposta, pra fazer isso, clique na seta para cima que está sobre o número. 

Só lembrando que precisa ser pelo botão que está no fim deste texto. O botão de "comentários" não contabilizará participação ok?

  1. Divulgaremos os ganhadores um dia depois do fechamento, ou seja 27/09/2023.
  2. É importante que seu email cadastrado esteja correto para entrarmos em contato.
  3. A pessoa terá 10 dias corridos para responder ao contato e receber o presente.
  4. Será concedido um vale presente por CPF. 


Algumas pessoas estão reportando que não conseguem escrever sua resposta com o login do Google. Se você estiver tendo problemas para colocar a sua resposta, entre em contato conosco por aqui. Desejamos que todos possam ter a oportunidade de participar. Por isso, não deixe de visitar nossa página de contato.




Avatar
Discard

A palavra desemprego por si só,  já causa uma enorme ansiedade,  porém,  eu acredito que estudar,  se especializar é  muito importante   paraconcorrer as novas vagas e não ficar fora do mercado trabalho. Acredito muito em novos modelos de auxílio nas buscas por vagas de trabalho, e a tecnologia hoje é  uma ferramenta indispensável nesse sentido.  Espero não ficar desempregada tão cedo  e sigo me atualizando, caso isso aconteça. 

Avatar
Discard

Parabéns pela sua atitude. Apesar do desemprego ser uma ansiedade, essa mentalidade nos ajuda a nos manter preparados para o imprevisto. Lembrei de uma frase: "As oportunidades aparecem para quem está preparado". Não podemos somente esperar ocorrer. E sim desde já agir.

Muito inspirador, a chegada do desemprego costuma trazer ansiedade e desânimo mesmo, justamente na hora que a gente mais precisa de força para levantar e seguir em frente, estudando mesmo, saindo da zona de conforto. Obrigada por compartilhar!

O que me deixou com medo foi ficar sem o plano de saúde que a empresa  me disponibilizava e não conseguir pagar minhas contas.

Avatar
Discard

Perder o plano dá medo mesmo, Ana Cilene, me identifiquei. A gente logo fica pensando, mas e minhas consultas, o exame já agendado, e se alguém de casa tiver alguma urgência...

Meu marido  aposentou-se com um salário e meio. Ganhava na época 10 salários. Doente sem poder trabalhar, simplificamos o máximo a vida, mudando de casa para mais simples, sem convênio e sem poder pagar escolas.Deu desespero. O que fazer? Eu dona de casa sem profissão.Fiz cursos, mais até conseguir um trabalho demora.Mais é na crise que vc sabe quem está do seu lado.E sobrevivemos.

Avatar
Discard

Já fui demitida 3 vezes! Sempre trabalhei certinho, mas como sou auxiliar de produção, as empresas acabam mandando embora quando não tem serviço entrando...é orrível ser mandada embora, a gente se sente sem força, fica se perguntando o que deu errado dessa vez. Da ultima vez levou 7 meses para eu conseguir outro trabalho, e o seguro desemprego já tinha acabado. Estava completamente sem dinheiro. Meu marido é autônomo e sempre ajudo ele com as contas. A pior parte é quando vc ve o dinheiro acabar. 

Avatar
Discard

Que situação, Daiane. Realmente é muito difícil, ainda mais quando envolve alguém da família que é autônomo, onde o valor de entrada varia conforme a demanda. Parabéns pela seu posicionamento como casal em se ajudarem.

A última vez que me vi"desempregada" (coloquei entre aspas porque eu segui estudando para atuar em outra atividade completamente diferente da minha profissão original), eu senti um completo abismo: atuei 15 anos na mesma área, e agora estava doente, e não "servia" mais. Tipo uma ferramenta que quebrou por falta de manutenção. 

Particularmente como mãe, eu amava ir ao mercado com o meu próprio vale-alimentação e comprar os itens que meu filho escolhia! E depois do desligamento, eu senti muita falta daquele cartãozinho...

Avatar
Discard

Meu maior desespero,foi a questão de dependência e compromisso mensais, apesar de não ter mais criança pequena,ter uma adolescente em casa não é fácil tbm,as contas não esperam, acredito que para nós que estamos ha frente de responsabilidade familiar tudo causa medo quando o desemprego bate na porta

Avatar
Discard
Author


Avatar
Discard

Your Answer

Please try to give a substantial answer. If you wanted to comment on the question or answer, just use the commenting tool. Please remember that you can always revise your answers - no need to answer the same question twice. Also, please don't forget to vote - it really helps to select the best questions and answers!