​​

Quanto você gasta para trabalhar fora?

Já fez as contas de quanto você deixa de receber mensalmente?

Em cada uma de minhas vivências profissionais, tanto CLT quanto como funcionária pública estatutária, constatei a quantidade absurda de “despesas ocultas” que a gente gasta para trabalhar.

Mas como assim? A gente “ganha” para trabalhar.

Sim. E na maioria dos empregos, você recebe seu vale transporte, um vale alimentação, e alguns locais de trabalho incríveis e maravilhosos ainda te fornece uniforme, assim você não precisa gastar seu suado salário com roupas para trabalhar. Tem empresa que serve até café e biscoitos. E quando não tem?

Vamos ver de perto o quanto você gasta e nem percebe:

Impostos

Sobre descontos na folha de pagamento dos colaboradores CLT, o que mais impacta é o IRPF (imposto retido na fonte) sendo a maior alíquota de 27,5% de quem ganha mais de que R$ 4.664,68 . Ainda há o desconto obrigatório para INSS até o limite de 876 reais, que é tabelado segundo o seu salário. Então atente-se para isso quando você estiver recebendo um aumento, as vezes o valor do reajuste te joga para baixo em termos de salário líquido(se você estiver fazendo horas extras que alcançam o patamar salarial acima, o desconto será proporcional!)

Base de cálculoAlíquotaDedução
Até R$ 2.112,00 - -
De R$ 2.112,01 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 158,40
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15,0% R$ 370,40
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 651,73
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 884,96

Tabela de IR 2023 

No link abaixo você consegue simular o desconto de impostos de acordo com o salário bruto

Calculadora de impostos

Vestuário

Sobre vestimenta para o trabalho: Quando a empresa não adota um uniforme, ela permite que você venha trabalhar com suas próprias escolhas de roupa, e algumas empresas criativas até incentivam isso, economizando muito ao permitir a espontaneidade do colaborador (“Vem como se sente bem” - este slogan é de uma empresa que me ofereceu  um trabalho recentemente, romantizando a grande ideia de não adotar uniforme. Na verdade, é uma economia enorme não adotar uniforme, e ainda podem usar isso para promover como sua empresa é adepta da diversidade).

Meu marido trabalhou certa vez em uma empresa que pagava o salário, mais uma parte em utilidades, para quem não conhece as utilidades, é uma velha forma de conseguir escapar dos impostos mencionados acima. Como era uma consultoria que exigia que seus funcionários estivessem sempre bem vestidos de social e de preferência, de Terno e Gravata, a empresa dava mensalmente um valor como "vale paletó".

Mesmo que  a empresa não adote uniforme, há uma política de “dress code” em seu local de trabalho, principalmente em trabalhos que envolvam atendimento ao público. Você já foi atendido no banco por uma funcionária de bermuda e sandália? Ou por um médico sem uniforme ou Jaleco? Você vai ter que usar alguma roupa formal, específica ( e calçados também )para trabalhar, e essas peças vão ser compradas por você, vão sofrer um desgaste pelo uso e lavagem frequente, e quando estiverem puídas, você vai precisar fazer a reposição da peça.


Cafezinho

A menos que você trabalhe em uma das subsidiarias da Movile como por exemplo o Ifood , em uma empresa do grupo da Ambev ou outra startup descolada do momento que possuem um barista fazendo café, você e seus colegas de trabalho provavelmente vão parar para um cafezinho depois do almoço em um lugar legal.

Durante o expediente pode ter até as garrafas de café, enviadas pelo restaurante, ou mesmo máquinas expresso com o café pretinho livre para consumo e outras opções pagas. Em empresas menores você e seus colegas precisam fazer algum tipo de arranjo para desfrutarem de um cafezinho durante as breves pausas ao longo da jornada de trabalho. E rateiam os custos da compra do café, açúcar e adoçante, talvez, alguns biscoitos.

Essas despesas são pequenas mas somadas no fim do mês podem fazer alguma diferença. 


Alimentação


Você leva marmita de casa, come em restaurante, pede marmitex ou tem restaurante na empresa? 

Já vivi todos estes ambientes de trabalho! É o maior gargalo financeiro de quem trabalha fora, acredite! Você precisa de utensílios específicos para levar seu alimento. Você sabe que comer diariamente no restaurante não é a escolha mais econômica. Até para quem tem o restaurante na empresa, sempre tem uma despesa eventual com sorvetes, chocolates e outras guloseimas vendidas à parte. Quando não tem aquelas escapadas do time que está enjoado da comida do restaurante e reserva o dia do pagamento para ir em algum lugar diferenciado.

Amenidades


E a galera da “renda extra” não falta também, né? Pessoas que vendem bolo no pote, tortas e pães, perfumaria por catálogo, artesanatos e até roupas são vendidas em locais de trabalho. Não importa muito se você compra uma trufa de $5,00 ou um perfume de $180,00, estas despesas não planejadas podem te surpreender no fim do mês.

Socialização


O fim de ano traz um ar de alegria e expectativa em todos os trabalhadores, afinal, está chegando um dos momentos mais esperados do ano! Que momento é esse? A chegada do décimo terceiro.

Com a boca escancarada, o comércio está esperando por ele também, e, disfarçado de muitas formas, ele entra no seu local de trabalho.

Festinhas de amigo oculto/amigo secreto são super comuns e muito esperadas. Nada mais é do que presentear-se entre os colegas, com algum objeto sem muita utilidade e que dificilmente vai agradar o outro. Caixas de bombom, quadrinhos e canecas estão entre os mimos mais trocados nestas confraternizações. Quer fazer um favor a si mesmo? Dê amanhã mesmo uma lembrancinha destas àquele colega de trabalho que você gosta e que te ajuda sempre, não espere uma data específica para fazer isso. Vocês dois ficarão mais felizes, acredite.

E quanto à festa de confraternização? Sua empresa vai dar uma festa, que legal! Com que roupa você vai, mesmo?Ah, é, você vai comprar uma roupa para ir. E seu cabelo? Unhas?

Ok, você já entendeu.

Por falar em cabelos e unhas, quando você é mulher, não quer ter uma aparência desleixada! E quando você trabalha, isso se torna ainda mais importante. Influencers que nos ensinam sobre “imagem pessoal” estão sempre nos lembrando da importância de manter as unhas bem cuidadas, dentes saudáveis, cabelo bem tratado. Um bom desodorante e ao menos uma colônia é necessário. E um creme para as mãos. Acontece que nada disso é barato. Cuidar da imagem pessoal leva uma fatia generosa da renda mensal. Alguma mulher discorda?

Transporte


Você vai ao trabalho de carro ou moto? Algumas despesas nos surpreendem quando o assunto é o uso diário do carro. Revisão preventiva do veículo é uma destas despesas. É necessário, porém, de alto custo. 

E estacionamento? Alguns locais de trabalho não conseguem dispor de local seguro para seus colaboradores estacionarem, então você acaba optando por pagar um local próximo para manter seu veículo em segurança. Dá para deixar na rua também, mas ninguém gosta de encontrar o carro riscado ou com alguma avaria após uma jornada dura de trabalho. 

E tem o seguro do seu carro, que é muito necessário que você tenha e mantenha em dia. Eu pessoalmente descobri isso do jeito difícil. Bati o carro quando estava à caminho do trabalho. Sim, tive que abrir o sinistro,  pagar a taxa de franquia do seguro, aguardar até a oficina credenciada ter espaço para realizar o conserto (que atrasou muito), alugar outro carro para ir trabalhar durante os 17 dias em que o meu veículo ficou na oficina (a maioria dos seguros cobre 7 dias de aluguel de veículo, se você não pagar para ter mais dias, o que exceder aos 7 será por sua conta).

Desnecessário mencionar os valores do combustível, que estão sempre flutuando.

Mãe que trabalha fora está sempre com o carro cheio de objetos que meu marido chama carinhosamente de “tralhas”, e, para curtir um fim de semana tranquilamente, não se esqueça de manter seu veículo limpo. Não dá tempo de lavar o carro porque você trabalha fora! Outra despesa. Mas os Lava carros geralmente deixam o carro perfeito, então, vale a pena.

Tempo


O deslocamento para o local de trabalho é uma grande fonte de desperdício! Independentemente de que meio de transporte você utilize, as pessoas chegam a ficar quase 5 horas por dia dentro de um transporte, cruzando a cidade de suas casas até o trabalho e depois voltando para casa. 

Quanto tempo você gasta de deslocamento até o trabalho e vice-versa? Quanto custa sua hora de trabalho? Como diria "Julius" de "Todo mundo odeia o Chris" uma pessoa que fica 5 horas no transporte e 9 horas no trabalho todos os dias e ganha em média R$ 3.000,00 por mês, seria muito mais feliz com 2 empregos que pagam R$1.500,00 perto de casa.

Faça as contas e ficará surpreso(a)!


E aí, se identificou?? Lembrou de mais alguma coisa que faz o dinheiro desaparecer quando você trabalha fora?

Clique aqui e conta pra gente 

​​
Leia isso se você realmente se importa com o próximo!
Você pode fazer a diferença para outras pessoas...