​​

Linguagem corporal: 3 erros para você não cometer na entrevista de emprego!

O corpo fala. Você já ouviu isso, certamente. E é absolutamente confirmado. 

Joe Navarro passou a vida observando as pessoas. Agente especial do FBI por 25 anos, ele interrogou espiões e criminosos, aprimorando dia após dia seus conhecimentos sobre comunicação não verbal. Este ex-agente do FBI, estudou os movimentos e gestos corporais por vários anos, e relata detalhes que você precisa saber se quiser se sair bem em uma entrevista de emprego.

Se sua entrevista é presencial, saiba que seus pés vão falar mais do que a sua boca. Exato! Joe Navarro considera os pés a parte do corpo mais “honesta” que há, o que explica porque conseguimos sorrir para alguém de quem não gostamos, enquanto nossos pés apontam para alguma direção de fuga. 

 


Então preste atenção, ao sentar-se diante do entrevistador, se seus pés estão direcionados para a porta (vai indicar que você está desconfortável com o ambiente e deseja sair de lá!) e corrija sua postura.

Se você tem mais de um entrevistador na sala, direcione os olhos para a pessoa que estiver falando. Resista à curiosidade de correr os olhos por cada detalhe na sala. A sala escolhida para a entrevista é de uso profissional de alguém, e esquadrinhar cada canto dela pode parecer uma invasão de privacidade indireta. 

É natural que você esteja nervoso e apreensivo. Porém, é importante entender que você precisa demonstrar que tem controle sobre seus sentimentos, emoções e reações. Comprimir os lábios é um indício de falta de controle sobre o nervosismo. 

“ah, mas é normal estar nervoso no momento da entrevista!” Sim, é normal, assim como é normal e corriqueiro enfrentarmos situações desencadeadoras de estresse no dia a dia no trabalho. O entrevistador está observando como você reage a situações desagradáveis, ou sob estresse. Porque,inevitavelmente, o contratado terá de agir sob pressão eventualmente e terá de ter uma reação de controle.


Se sua entrevista é online, você deve dar atenção às reações faciais e postura. Sente-se de forma ereta, evite distrações, evite beber água ou café enquanto seu entrevistador está explicando detalhes da vaga e da empresa. Se o recrutador perguntar se você tem alguma habilidade em determinada ferramenta, software, idioma ou linguagem (por exemplo:SQL? Power BI? Excel? Espanhol?)  - atenção! Seja sincero na resposta, porque provavelmente sua expressão facial já entregou a resposta ao entrevistador! Nossa tendência fisiológica é produzir expressões faciais de susto e surpresa ao ser confrontado com perguntas às quais não possuímos a resposta desejada, no caso, um “sim.” O entrevistador sabe disso, e considerará a sua honestidade e transparência. Ou a falta dela.


Seu cartão de visita na entrevista é o rosto. Mantenha-o bem iluminado. Olhe nos olhos enquanto fala com seu entrevistador. Candidatos que anotam coisas que o recrutador fala são muito valorizados. Mantenha a expressão natural, animada e interessada. Não adote a expressão “robótica”. A falta de expressão facial é desnatural e não vai lhe favorecer de forma alguma. Lembre-se de que é uma entrevista de emprego, e não uma sessão de foto para passaporte.




Linguagem corporal: 5 erros que vão fazer você reprovar na entrevista de emprego!


1- Não aparecer no horário agendado, sem informar antecipadamente.

2- Não ativar a câmera quando se tratar de entrevista online.

3- Não olhar nos olhos do entrevistador, adotar uma expressão robótica.

4- Não anotar nada do que está sendo informado durante a explicação da vaga e da empresa.

5- Demonstrar irritabilidade, impaciência, estresse durante a entrevista. 


​​
11 Conselhos para o sucesso que você deveria levar em conta!